A Primavera está a chegar...

Daisypath Anniversary tickers

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Caminhadas Caoticamente Soberbas!!!

Foi neste fds que caminhei a primeira vez em perfeito CAOS!

Devo confessar que estava um pouco apreensiva, visto nunca ter caminhado em ambiente caótico, mas devo dizer que isso passou-me logo que chegámos a Dornelas do Zêzere e conhecemos tão caótico grupo! Encaixámo-nos logo!!

O ambiente foi fabuloso, o ritmo muito bom e o tempo estava uma maravilha para caminhar... frio, mas com céu limpo. E a paisagem era avassaladora.

Montes e vales, de verde e ouro vestidos, como que engalanados para nos receberem!

No sábado, fizemos uma valente caminhada (perto de 19km)

que começou nas Minas da Panasqueira, entre algumas explicações pelo nosso guia C.M..

Sempre junto ao rio, fomos dar a uma zona, bem bonita por sinal, onde pudemos avistar algumas figuras rupestres...

uns cavalinhos sem dono que por nós esperavam, gravados nas rochas à beira-rio, perto do Poço do Caldeirão.

Mais à frente, o rio continuava a serpentear e nós no seu encalço, tendo parado na sua margem para uma pequena merenda.

Depois do almoço, tockandar, que se faz tarde e ainda há muito que subir... Foram 3km de subida contínua, uma subida boa, daquelas que quando feita em boa companhia, ainda nos motiva mais a chegar ao topo. E ao topo chegámos! E a vista daí era formidável.

Uma vez recuperado o fôlego, foi tempo de descer, novamente em direcção ao rio...

e a Dornelas,

onde nos esperava um fausto repasto, de couves com feijão e mais qualquer coisa (não percebi muito bem o porquê da massa, mas tudo bem... passou despercebida.)

Em alegre convívio e camaradagem jantámos, dormimos e acordámos, para mais uma caminhada.

Desta vez foi em Orvalho, com a assistência do Sô Presidente da Junta, que na sua pick-up foi apanhando pelo caminho os que estavam mais cansados (talvez das castanhas e geropiga da véspera!!)

Tivemos ainda duas moças da terra, que nos guiaram por bons e lindos caminhos. Locais fantásticos, lagoas e cascatas, por onde fluia um ribeiro e cujo curso fomos acompanhando, sempre rodeados de uma imensidão esmeralda...

E para ajudar tivemos também as explicações de 2 geólogos, que nos foram informando de como tudo aquilo se formou.

Mais à frente, subimos ao miradouro do Mosqueiro, mas de carro, porque a subida, por enquanto, ainda é feita pela estrada de alcatrão (mas já se está a preparar um trilho para inaugurar no próximo ano)

A vista era fabulosa! Serra da Estrela a um lado, Serra da Lousã para outro... Tudo arranjado, arborizado, jardinado... Daqueles locais que Orvalho se pode e deve orgulhar de ter criado, de forma a contemplar a beleza que a rodeia.

Descemos, almoçámos, convivemos e regressámos...

Mas com vontade de lá voltar e almejando reencontrar este grupo caótico que nos fez sentir como que da casa, apesar de ser a primeira vez que nos encontrávamos.

Um bem-haja e até uma próxima!

E que a organização seja tão caoticamente soberba como desta vez!

3 comentários:

Mário Macedo disse...

Lindo blogue, o teu!
O meu é menos bonito:

http://www.errosdenumeros.blogspot.com/

Mas fica aqui a divulgação também.
Beijos e parabéns,

Mário Macedo (um caótico pouco frequente)

Xuk disse...

Já me fizeste arrepender de não ter ido à caminhada, graças às tuas belas fotos(que pelo que vi são uma constante neste teu blog).
Também costumo a caminhar com o CAOS, apesar de agora já não ir há algum tempo.

Beijinho

Anónimo disse...

Também lá estive na caminhada , foi realmente bom, até á proxima caotica.

Mag8 .Ant-Clemente